Crateús recebe hoje restos mortais do bispo dom Antônio Fragoso

 A Diocese deste Município recebe hoje, às 19 horas, os restos mortais do bispo Antônio Batista Fragoso, que por 34 anos foi o líder da Igreja na região. A programação integra a abertura das comemorações do Jubileu de Ouro da Diocese, que prossegue até amanhã.

A urna com os restos mortais de dom Fragoso está vindo de João Pessoa (PB). A comunidade católica é convidada para aguardar a chegada no Posto Beira-Rio, no Centro da Cidade. Depois, o cortejo segue em traslado até a Catedral, onde haverá vigília até a meia noite.

A solenidade será uma oportunidade dos católicos reviverem a história da Igreja no âmbito da Diocese.

Amanhã continuam as solenidades de homenagem ao aniversário da Diocese. Os restos mortais do religioso serão sepultados na própria Catedral. Em seguida, haverá assembleia dos fiéis à noite, e acontecerá a celebração do Jubileu.

A festa contará com a participação da população, além de autoridades eclesiásticas, pastorais e agentes que fazem parte dos 50 anos de caminhada da instituição. “Esse momento é muito importante. Um povo que não conhece a sua historia é um povo sem memória”, destaca o atual bispo da Diocese, dom Ailton Menegussi.

Segundo os organizadores, a festa permitirá olhar a trajetória da Igreja, marcada por devoção, organização e lutas.

História

Dom Fragoso foi uma das figuras mais marcantes da história da região. Foi bispo da Diocese durante 34 anos, de 1964 a 1998. Segundo uma das responsáveis pelo Instituto Dom Fragoso, Ivani Sales, ele foi defensor dos princípios da Teologia da Libertação. Seu trabalho pastoral foi focado nos pobres e trabalhadores rurais. “Dom Fragoso era homem determinado em estimular a Igreja progressista, libertadora, popular e com a opção para os pobres”, destacou.

Dedicou quase toda a sua vida à missão pastoral. Sua memória, até hoje, é relacionada a um líder religioso respeitado no Brasil e exterior. Depois que deixou a Diocese de Crateús, em 1998, aposentou-se e foi morar com a família, num bairro popular de João Pessoa. A vida de Dom Fragoso virou documentário que foi elaborado pelo cineasta Francis Vale. O filme foi lançado em agosto de 2011, no Cine Clube Avenida (Shopping Avenida).

Em uma de suas últimas entrevistas, dom Fragoso fala sobre a experiência de mais de três décadas no comando da Diocese de Crateús. “O sonho, que durante anos foi sendo inspirado dentro de mim, encontrou, nos 34 anos de pastoreio em Crateús, o chão para germinar. Fui descobrindo que esse povo, marcado pela dureza do Polígono das Secas, nos Sertões de Crateús e dos Inhamuns, tem uma resistência e uma sabedoria humana que desafia os séculos”.

Segundo a católica Elizabete Vieira, as festividades têm muita importância para a cidade. “Tenho a oportunidade de mostrar aos meus filhos um pouco da historia da minha região, da minha cidade. Eu pude acompanhar alguns desses marcos, mas eles terão a chance de rever toda nossa historia” afirmou.

Luanna Leitão
Colaboradora

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites