Sine/IDT de Tauá Poderá Ser Desativado

Um grupo de servidores do SINE/IDT está denunciando, em carta aberta, o sucateamento do órgão por meio da precarização das relações de trabalho. Há denúncia de que o corte de 25% do custeio atingirá em cheio as atividades do SINE/IDT. O órgão estará inviável. Confira:
Fortaleza, 09 de fevereiro de 2015.
Carta aberta aos funcionários e demais colaboradores do IDT

Não obstante a valorosa marca que o SINE/CE-IDT tem ao longo dos anos impresso na sociedade no tocante à formulação e desenvolvimento das políticas públicas de trabalho e renda, a trajetória desta instituição vem sendo penalizada por um crescente quadro de sucateamento da sua rede de atendimento, precarização do trabalho e por contradições legais, trabalhistas e administrativas que atingem seus empregados no cotidiano de trabalho causando incertezas, angustias e medo.
A recente deliberação por parte do Governo do Estado do Ceará acerca do corte de 25% das despesas com custeio na gestão das OS’s (exceto educação e saúde), provocará um déficit orçamentário no Instituto de Desenvolvimento do Trabalho jamais vivenciado desde a sua criação, em 1998. Este fato obrigou a atual diretoria, à formulação de um pacote emergencial de medidas de contenção financeira, capaz de resistir à cruel e drástica supressão de recursos. Na realidade, convêm alertar que na prática, a redução imposta pelo Governo do Estado inviabilizará o Instituto, não havendo plano ou solução razoável apresentada até aqui que amenize os impactos negativos desta proposição, com a devida sustentabilidade que somos merecedores.
Repudiamos qualquer medida que implique em mais afunilamento das condições de trabalho e em demissão de funcionários, pelo simples fato de que já sobrevivemos no limite do que poderíamos e merecíamos, resistindo como heróis às adversidades cada vez mais desafiadoras, cumprindo metas com superávit e desempenhando sem capitular, o nosso papel na sociedade de sobretudo, e a despeito das outras ações, atender com dedicação e qualidade ao trabalhador desempregado.
Atingir o IDT é ferir de morte as ações do sistema público de emprego. É desmerecer a história do programa SINE do Ministério do Trabalho e Emprego, tão bem executado no Ceará, e motivo de inspiração para os outros estados.
Diante dessa situação,os colaboradores do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho – IDT, que executam o programa SINE no Estado do Ceará, decidiram por unanimidade em Assembléia Geral na tarde desta terça-feira, 10, em sua sede, pelo estado de greve.
Esta decisão foi pautada pelo corte de 25% nas despesas de custeio imposto pelo governador no início do ano a todas as secretarias. Segundo lideranças da FETRACE presentes na assembléia e membros da Organização por Local de Trabalho do IDT, esta medida atinge em cheio a logística de funcionamento do Instituto, incidindo inevitavelmente no fechamento de unidades e balcões de atendimento ao trabalhador, além da demissão sumária de cerca de 65 funcionários do corpo técnico de carreira.
Segundo a representação dos funcionários do instituto, se implementado, o corte orçamentário trará sérios prejuízos à sociedade e ao desempenho das ações do Sistema Público de Emprego e Renda do Ministério do Trabalho e Emprego, cuja capilaridade abrange hoje quase todo o estado.
A região do Inhamuns seria diretamente atingida,com a desativação da unidade do Sine,em Tauá.Os serviços prestados pela unidade local seriam transferidos para a unidade mais próxima,no Municipio de Crateús.

 

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites