Datafolha. 65% reprovam Dilma; apoio chega a 10% Política

A poucos dias de completar os primeiros seis meses de governo no segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff não tem o que comemorar. Pelo menos se depender da mais recente rodada de avaliação do governo petista, publicada pelo Datafolha, neste sábado. De acordo com o instituto, 65% reprovam a gestão federal, considerando-a ruim ou péssima, enquanto 10% a apoiam, avaliando-a como ótima ou boa.

O panorama é o pior desde as vésperas do afastamento do então presidente Fernando Collor de Mello, em setembro de 1992. À época, o hoje senador por Alagoas bateu o recorde histórico de avaliação presidencial do instituto: 68% de reprovação. O Datafolha considera a margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Isso significa que há um empate técnico entre Dilma e Collor, comparando-se os dois períodos.

A avaliação acontece num momento em que a economia nacional consolida cenário de recessão, o governo encara uma pauta desgastante no Congresso, enfrenta denúncias de corrupção na Petrobras e está sob o risco de ter as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Desde abril, a avaliação negativa do governo da presidente subiu cinco pontos percentuais (tinha 60%), enquanto a positiva oscilou três pontos para baixo (tinha 13%). Pela pesquisa, os três principais problemas do país, atualmente, são, em ordem decrescente: saúde (22%), corrupção (21%) e desemprego (11%).

O Datafolha observou semelhanças muito fortes de avaliação entre os estratos socioeconômicos nacionais. A relação entre os mais pobres (renda mensal de até dois saláris mínimos) é de 62% e 11% entre reprovação e aprovação, respectivamente. Já entre os de renda superior (acima de dez salários), a relação é de 66% e 12%.

A região Nordeste, que nas eleições de 2014 deu uma folgada dianteira eleitoral à presidente, segue contrastando com os dados das demais. Quatorze por centro aprovam o governo do PT, enquanto 58% o reprovam. No Sudeste, região mais populosa do País, essa relação está de 7% para 69%. O recorde de ruim/péssimo, no entanto, é no Centro-Oeste: 70%.

O Datafolha ouviu 2.840 pessoas em 174 municípios. (com agências de notícias)

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites