Odilon cobra ao Governo Federal regularidade na distribuição do milho

O deputado estadual Odilon Aguiar (Pros) cobrou, nesta quarta-feira (26/08), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, mais atenção e sensibilidade do Governo Federal com a distribuição do milho para o rebanho animal no Interior do Ceará. Segundo Odilon, o programa “Venda Milho em Balcão”, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), não tem atendido a demanda dos criadores em termos de quantidade e regularidade na oferta. “Temos que alertar aos deputados federais e senadores para que levem essa demanda para o Governo Federal”, apelou Odilon, após ouvir relatos de agricultores da Região dos Inhamuns sobre a falta do milho.

Odilon Aguiar destacou a Carta do Milho do Ceará, documento elaborado por várias entidades representativas do trabalhador rural e encaminhado à Presidência da República, alertando sobre os principais problemas dos produtores rurais. A carta explica que, para atender aos 65 mil agropecuaristas cadastrados no programa pela Conab, será preciso disponibilizar 34 mil t/mês de milho para o Ceará, ou 442 mil toneladas até março de 2016. O documento solicita ainda 388 mil toneladas de caroço de algodão para a manutenção mínima de 720 mil matrizes leiteiras do Estado até dezembro deste ano.

Durante edição do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Somzoom Grande Fortaelza + 20 emissoras de rádio no Interior), o radialista Alverne Lacerda destacou as dificuldades dos agricultores em terem acesso ao milho da Conab.

O parlamentar frisou que o problema se agravou no início deste ano, tornando ainda mais urgente o atendimento das demandas. “O pasto de alguns produtores há muito não existe, os rebanhos têm morrido de fome colocando em risco uma das mais importantes bacias leiteiras do Nordeste”, observou. Odilon destacou também a aprovação do projeto de lei do deputado federal Domingos Neto (Pros-CE), que autoriza que municípios e outros entes federados a formar consórcio para a compra de máquinas perfuratrizes de poços artesianos. O custo, segundo ele, será repartido entre os parceiros, que deverão compartilhar  o uso das máquinas.

“A demanda por escavação de poços é a principal de várias lideranças que têm nos procurado”, informou. O parlamentar considerou a situação de escassez de água dramática. Conforme observou, a quantidade de máquinas perfuratrizes se mostra insuficiente para atender às necessidades mais imediatas dos municípios. Em aparte, o deputado Leonardo Pinheiro (PSD) ponderou que o programa venda de Milho no Balcão é um grande auxílio aos produtores rurais do semiárido, mas que muitos ainda podem perder seus rebanhos caso a distribuição do milho não seja revista. Com informações da Coordenadoria de Comunicação da Assembleia Legislativa.

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites