Bloqueio ‘pune’ mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do serviço, diz WhatsApp

O WhatApp informou na tarde desta segunda-feira (2) que o bloqueio determinado pela Justiça “pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do serviço para se comunicar e administrar os seus negócios”. A companhia voltou a dizer que não tem as informações solicitadas pela Justiça brasileira.

Esta é a segunda vez que o aplicativo de mensagens fora do ar no país, a primeira vez foi em dezembro de 2015. “Depois de cooperar com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil”, afirmou a empresa por meio de uma nota.

Por determinação da Justiça de Sergipe, as operadoras de telefonia bloquearam o aplicativo WhatsApp por volta das 14hs. A suspensão deve durar 72 horas, segundo ordem do juiz Marcel Montalvão, o mesmo que no começo de março mandou prender o vice-presidente do Facebook na América Latina, o argentino Diego Jorge Dzodan.

O juiz atendeu a uma medida cautelar ingressada pela Polícia Federal, com parecer favorável do Ministério Público, já que o WhatsApp não cumpriu os pedidos da Justiça, mesmo após o pedido de prisão do representante do Facebook no Brasil.

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites