Renan Calheiros ignora decisão de presidente da Câmara e impeachment segue no Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acabou de anunciar, na tarde desta segunda-feira (9), ao plenário da Casa que irá dar continuidade à tramitação do processo de impeachment no Senado, negando o pedido de devolver o processo à Câmara dos Deputados.

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), decretou nulidade da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara e enviou ao Senado pedido de devolução dos autos do processo. A decisão de Renan foi tomada após consultas ao regimento interno do Senado e conversa com líderes partidários na residência oficial em que mora.

Com a decisão, o resumo do parecer da Comissão do Impeachment do Senado deve ser lido no plenário. O parecer, escrito pelo relator da comissão, senador Anastasia (PSDB), orienta a instauração do processo contra Dilma no Senado.

Caso o processo siga sem interferência da decisão de Waldir Maranhão, a previsão é que Dilma seja afastada na madrugada da próxima quinta-feira (12). A votação no Senado está marcada para começar na quarta-feira (11), a oposição precisa apenas de maioria simples para afastar Dilma.

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites