Tauá está abaixo dos 50% de adesão ao CAR

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) realiza o Cadastro Ambiental Rural (CAR) de pequenas propriedades, nas comunidades com baixa adesão ao cadastro. O atendimento volante é oferecido em áreas com pelo menos 50 imóveis de até quatro módulos fiscais e consideradas distantes ou de difícil acesso aos pontos fixos de cadastramento.

O serviço especial é parte do esforço concentrado que se estende até o dia 31 de dezembro, quando termina o prazo do CAR. Quem não fizer o cadastro ficará impedido de participar dos programas do Governo Federal de apoio à agricultura familiar.

O serviço financiado pelo Fundo Amazônia/BNDES sob a coordenação da Semace está disponível para produtores da agricultura familiar de 109 municípios do Ceará. De acordo com os números de outubro do CAR, 63.885 pequenas propriedades foram inscritas no estado, por uma empresa especializada composta de 105 cadastradores.

Seis das onze regiões do cadastramento das pequenas propriedades estão com índice médio de adesão superior a 50%: Litoral Leste (Beberibe), Vale do Jaguaribe (Limoeiro do Norte), Centro-Sul (Iguatu), Norte (Sobral), Meio Norte (Itapipoca) e Sertões de Canindé (Canindé).

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) realiza o Cadastro Ambiental Rural (CAR) de pequenas propriedades, nas comunidades com baixa adesão ao cadastro. O atendimento volante é oferecido em áreas com pelo menos 50 imóveis de até quatro módulos fiscais e consideradas distantes ou de difícil acesso aos pontos fixos de cadastramento.

O serviço especial é parte do esforço concentrado que se estende até o dia 31 de dezembro, quando termina o prazo do CAR. Quem não fizer o cadastro ficará impedido de participar dos programas do Governo Federal de apoio à agricultura familiar.

O serviço financiado pelo Fundo Amazônia/BNDES sob a coordenação da Semace está disponível para produtores da agricultura familiar de 109 municípios do Ceará. De acordo com os números de outubro do CAR, 63.885 pequenas propriedades foram inscritas no estado, por uma empresa especializada composta de 105 cadastradores.

Seis das onze regiões do cadastramento das pequenas propriedades estão com índice médio de adesão superior a 50%: Litoral Leste (Beberibe), Vale do Jaguaribe (Limoeiro do Norte), Centro-Sul (Iguatu), Norte (Sobral), Meio Norte (Itapipoca) e Sertões de Canindé (Canindé).

Abaixo dos 50% de adesão estão as regiões Sertão Central (Quixeramobim), Sertões de Crateús (Crateús), Inhamuns (Tauá), Cariri 1 (Crato) e Cariri 2 (Brejo Santo).

No ranking dos municípios, Baixio têm o melhor índice de imóveis cadastrados com 100% do total, seguido por Caridade (96%), Paramoti (86%), Milhã (72%) e Icó (64%). O pior índice é de São Gonçalo do Amarante, com 7% de cadastros realizados, seguido por Salitre (10%), Pedra Branca (11%), Campos Sales (12%) e Ibicuitinga (13%).

A coordenadora do CAR na Semace, Tereza Farias, alerta os agricultores familiares da perda dos benefícios e reafirma que a Semace está disponível para atender quem precisa renovar o cadastro.

Fonte:Site do Governo do Estado
estão as regiões Sertão Central (Quixeramobim), Sertões de Crateús (Crateús), Inhamuns (Tauá), Cariri 1 (Crato) e Cariri 2 (Brejo Santo).

No ranking dos municípios, Baixio têm o melhor índice de imóveis cadastrados com 100% do total, seguido por Caridade (96%), Paramoti (86%), Milhã (72%) e Icó (64%). O pior índice é de São Gonçalo do Amarante, com 7% de cadastros realizados, seguido por Salitre (10%), Pedra Branca (11%), Campos Sales (12%) e Ibicuitinga (13%).

A coordenadora do CAR na Semace, Tereza Farias, alerta os agricultores familiares da perda dos benefícios e reafirma que a Semace está disponível para atender quem precisa renovar o cadastro.

Fonte:Site do Governo do Estado

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites