Expocrato começa hoje com expectativa de aquecer economia local

Com expectativa para 500 mil pessoas circulando em nove dias de evento, tem início, hoje (13), a 68ª Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados, a popular Expocrato, e o Festival Expocrato – prometendo ser o maior evento de música do Norte e Nordeste. Ao todo, 56 atrações subirão no megapalco montado no Parque Pedro Felício Cavalcanti, no Crato, até o dia 21 de julho, levando ao público mais 100 horas de shows. Artistas como Anitta, Marília Mendonça, Nando Reis, Wesley Safadão, Xand Avião e, muitos outros, animarão o público.

Entre as novidades do Festival neste ano, além de um número maior de artistas, está o acréscimo de mais um dia de evento em relação ao ano passado. O Parque também recebe, pelo segundo ano consecutivo, uma roda-gigante, desta vez, de maiores proporções, com 26 metros de altura. Outra inovação é a instalação de uma tirolesa com queda livre de 70 metros.

Exposição

Na feira, são esperados mais de 120 expositores, de oito dos nove estados nordestinos – a exceção é o Maranhão -, com 4 mil animais entre bovinos, equinos, ovinos e caprinos. Isso representa mil a mais do que na edição de 2018. Além disso, estarão expostos aves, peixes e roedores. Ainda não há uma estimativa de quanto o evento deve gerar de faturamento. “É muito complicado arriscar um valor. Ainda temos uma crise financeira instalada no País. Não sabemos como serão as linhas de crédito, mas estamos otimistas”, pondera o empresário Luiz Gonzaga de Melo, presidente do Núcleo Gestor da Expocrato.

A feira recebe criadores de animais, agropecuaristas, fazendeiros, grandes e pequenos produtores de todo o Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Alagoas, principalmente. No entanto, também há gado mineiro e paulista. Hoje, se consolida como principal evento do tipo no Norte e Nordeste brasileiro e um dos maiores do País. As negociações são feitas diretamente, por pagamento em dinheiro, à vista, e também por financiamento bancário, muitas vezes, com projeto já pré-aprovado. As linhas de implementos, tratores e automóveis são negociações livres. Outra atração do festival são os leilões.

Neste ano, a Expocrato sediará o lançamento do programa Pró-genética, que busca oferecer a melhoria da qualidade genética de bovinos. A ação faz parte da Associação Brasileira de Criadores de Zebu. “No evento vai ser apresentado um projeto de linhagem pura para os animais”, explica Gonzaga.

Emprego

Além da própria feira, a Expocrato deve gerar outras oportunidades de negócios no setor gastronômico e no artesanato. Só com o Festival, estima-se que 3 mil pessoas, em média, trabalharão em todas as noites de shows. Nesta área, terão 20 empreendimentos do ramo de alimentos, 100 profissionais de limpeza, 80 agentes da portaria, 55 na emergência médica, 60 contratados para bares, quase 50 em caixas e bilheterias e mais 20 na segurança patrimonial.

As próprias bandas e a montagem da estrutura movimentam outra boa parte dos profissionais. “Queremos fomentar o emprego na região e preparar profissionais locais que possam estar conosco ao longo dos anos de Festival Expocrato”, afirma a produtora geral de estrutura, Monique Fernandes.

Economia pulsante

Depois do Natal, o período da Expocrato é a que mais movimenta a economia cratense. A Câmara de Dirigentes Lojistas do Crato acredita que, mesmo com a recessão econômica no País, a taxa de crescimento das vendas gira em torno de 7% no segmento de moda (vestuário, calçado e acessórios). “Quando recortamos o segmento de serviços, como bares, restaurantes e balneários, esse dado aumenta consideravelmente, devido ao grande número de visitantes em toda a região do Cariri”, analisa José Alves Lobo, presidente da entidade.

Isso não é diferente do setor de hotelaria. Segundo o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Crato, Luís Carlos Saraiva, todos os hotéis do município estão lotados. Em Juazeiro do Norte, cidade vizinha, que concentra 84% da rede de hotéis e pousadas da região do Cariri, com 7.778 leitos, não é diferente. Contudo, o secretário Municipal de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, explica que os números só serão contabilizados após o evento.

Plano de operação

Durante os nove dias de Expocrato, mais de 300 homens farão a segurança interna do evento, podendo chegar a 400 profissionais nos últimos dias. Também terão 40 câmeras de vigilância funcionando em 360 graus e uma central de monitoramento. Além disso, cerca de 150 policiais militares atuarão a pé, em motos, viaturas e em cavalaria. Outros 65 agentes da Guarda Municipal se dividirão em dois turnos para dar apoio à segurança no evento.

Com a estimativa de que a frota de veículos do Município – atualmente em 52 mil – quadruplique durante o evento, o Departamento Municipal de Trânsito prepara operações de blitz de Lei Seca, que ocorrerão em diferentes horários e pequenas modificações nas linhas de transporte coletivo intermunicipal, seguindo rotas que passam pelo Parque de Exposição. Outros 25 agentes se dividirão em dois turnos para garantir a fluidez do trânsito no local.

Nos últimos dois anos, o Parque de Exposições recebeu investimento de R$ 35 milhões, numa área total de intervenção de 33.605,40 m². No espaço de shows, foi colocado piso intertravado e capacidade ampliada para mais de 30 mil pessoas. A obra também incluiu novas edificações como restaurantes, museu, área para artesanato, engenho, além de renovação dos pavilhões já existentes.

Image-1-Artigo-2555747-1Image-1-Artigo-2555747-1
Na feira, são esperados mais de 120 expositores de oito estados nordestinos

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites