Projeção: Ceará deve crescer acima da média nacional

O Índice de Atividade Econômica Regional do Ceará (IBCR-CE), divulgado ontem (12), confirmou que o resultado da evolução da economia do Estado deverá, caso mantenha o ritmo até aqui apresentado, superar a média nacional. A perspectiva, comentada pelo economistas Henrique Marinho, se baseou nos resultados apresentados no acumulado dos últimos 12 meses e no primeiro semestre de 2019. Em ambas as bases de comparação, o Ceará teve um desempenho melhor que o Brasil, segundos os dados do Banco Central (BC).

De janeiro a junho, o índice, considerado uma previsão do Produto Interno Bruto (PIB), acumula um crescimento de 2,17% para o Ceará, enquanto que nos últimos 12 meses, a previsão de alta é de 2,07% para o Estado.

Para o Brasil, o resultado ficou consideravelmente abaixo para os parâmetros. No primeiro semestre, o País apresentou uma leve alta de 0,62%. Já para o acumulado dos 12 últimos meses até junho, a evolução da economia brasileira deverá ser de 1,08%, conforme prevê o índice. Os números levam em conta os ajustes sazonais.

Para o economista e consultor Henrique Marinho, o resultado não apenas indica que o Ceará deverá ter um crescimento acima do País no fim de 2019 como ainda representa os esforços do poder público para movimentar a economia.

“O resultado do Ceará tem relação com o setor de serviços, principalmente o turismo e essa parte é reflexo dos investimentos do Governo do Estado e da Prefeitura”, avaliou Marinho. “Essa alta na economia local é reflexo do setor de serviços e turismo, mas não apenas o hub aéreo. Quando você tem movimentação de porto, pessoas trabalhando mais nesse setor, isso faz com que os recursos circulem na economia”, completou.

Contudo, Marinho ressaltou que a economia do Estado não está completamente descolada do resto do País, devendo ser impactada pelas reformas estruturais propostas pelo Governo Federal, como a da Previdência e do sistema tributário nacional. “A economia do Ceará segue todo o aspecto do País e os dados da indústria estão muito aquém de uma retomada da economia, assim como o comércio. O Ceará não fica isolado”, disse.

Análise de economista aponta que economia do Ceará deverá apresentar uma evolução econômica maior do que a média brasileira, de acordo com o IBC, que é considerado uma prévia do Produto Interno Bruto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites