Economia do Ceará cresceu mais que o dobro do País no 2º trimestre de 2019

A economia do Ceará cresceu o dobro da economia do Brasil no segundo trimestre de 2019. O Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, entre abril e junho deste ano, fechou em 2,08% em relação a igual período de 2018. Já com relação ao trimestre imediatamente anterior, o índice atingiu 0,52%. No acumulado do ano (primeiro semestre) a alta totalizou 1,31%. O acumulado nos últimos quatro trimestres foi de 1,33%. Em todos os cenários, o PIB cearense superou os resultados do nacional, de respectivamente, 1,0% no segundo trimestre deste ano; 0,4% na comparação com o primeiro trimestre; 0,7% no acumulado este ano e no acumulado nos últimos quatro trimestres: 1,0%.

“Quando a Economia cresce gera mais emprego, gera mais oportunidades, que é esse esforço que a gente tem feito nessas nossas viagens internacionais, nas viagens que tenho feito dentro do Brasil, em buscar empreendimentos e investimentos que possam gerar emprego para as pessoas do nosso querido Ceará”, explica o governador Camilo Santana.

Três setores compõem o PIB – Agropecuária, Indústria e Serviços. Os dados do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) mostram que o setor da Indústria foi o que mais cresceu no período: crescimento de 4,68%, em relação a igual período do ano anterior.

Já o setor Serviços apresentou, no segundo trimestre de 2019, o segundo melhor resultado, com 1,64%, isso em relação a igual período de 2018. A Agropecuária fechou com índice de 0,95% em relação ao segundo trimestre do ano passado. Os três resultados por setores no Ceará superaram os índices do País, que foram, respectivamente, de 0,3% (indústria); 1,2% Serviços e 0,4% Agropecuária.

Dentre as atividades que compõe o setor Indústria no Ceará, os melhores resultados foram verificados na Transformação, com 7,70% de crescimento no segundo trimestre deste ano, e na Construção Civil, com 5,64%. No setor Serviços, o Comércio apresentou melhor resultado, com índice de 5,29%, seguido por Transportes, com 2,60%, e Intermediação Financeira, com 2,13%.

O PIB é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia no curto prazo. Além do Ceará, mais sete estados brasileiros realizam o cálculo de sua economia trimestralmente: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo, que utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais.

*com informações do Governo do Estado do Ceará.

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites