Ceará tem 9,5 mil testes do novo coronavírus à espera de resultado, diz Secretaria da Saúde

No Ceará, 9,5 mil pacientes com suspeita de Covid-19, causada pelo novo coronavírus, aguardam resultado para saber se contraíram ou não a doença. Pessoas acometidas pela enfermidade no estado relatam que esperam até 17 dias pelo resultado da testagem, devido à demanda nas redes pública e privada.

Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará, o estado recebeu do Ministério da Saúde 18,9 mil kits de testagem. Esses kits serão encaminhados para as secretarias municipais, que ficarão responsáveis pela aplicação em pacientes suspeitos.

Desde segunda-feira (6) a doença apareceu em cidades do interior do estado. Atualmente, 45 dos 184 municípios cearenses têm pelo menos um caso confirmado da Covid-19. Fortaleza tem mais de 1,1 mil casos e é a cidade com maior índice da doença por habitante, conforme o Ministério da Saúde.

Três cidades determinaram o fechamento para pessoas que não moram no município. Em Guaramiranga, Paracuru e Piquet Carneiro, apenas residentes ou pessoas que prestam serviços essenciais poderão cruzar as entradas das cidades.

Ainda conforme o ministério, o Ceará pode estar em transição para aceleração descontrolada do coronavírus.

Alta incidência no Ceará

Cidades do Ceará têm aglomerações em diversos pontos, contrariando orientação de autoridades — Foto: José Leomar/SVMCidades do Ceará têm aglomerações em diversos pontos, contrariando orientação de autoridades — Foto: José Leomar/SVM

Cidades do Ceará têm aglomerações em diversos pontos, contrariando orientação de autoridades — Foto: José Leomar/SVM

Ceará tem quarta maior incidência de Covid-19 e está entre as unidades da federação consideradas em emergência por causa do número de casos da doença, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta quarta-feira (8). O estado tem 14,1 casos a cada 100 mil habitantes. A média nacional é de 7,5.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, alertou os gestores dos estados em situação de emergência, ou seja, aqueles que têm a taxa de incidência 50% superior à média nacional, como o caso do Ceará, e pediu cuidado e colaboração da população desses locais.

“Esses locais, extremo cuidado. Gestores, repactuem suas redes, ampliem seus leitos, administrem seus recursos humanos, otimizem seus EPIs. População: colabore. O vírus adora contato, adora que as pessoas desobedeçam a toda e qualquer racionalidade. É disso que ele se nutre pra se multiplicar. São sistemas de saúde, alguns, frágeis pra enfrentar isso num espaço curto de tempo”, disse.

As autoridades locais recomendam que a população fique em casa e evite aglomeração para evitar a proliferação da doença. Ainda assim, há multidões em várias cidades do estado.

Calamidade pública

Casos de coronavírus no Ceará
Fonte: Sesa

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença — Foto: Foto: Infografia/G1

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites