Conta de energia: Nova MP deve aliviar bolso do consumidor até 2025

O Senado aprovou nesta quinta-feira (4) a Medida Provisória 998/2020, que traz alterações para o setor elétrico. Na prática, de acordo com especialistas, um dos principais propósitos da MP é reduzir os custos para o consumidor final, com o intuito de aliviar o peso da conta de energia. O projeto vai a sanção presidencial.

 

 

Na avaliação do Sindicato das Indústrias de Energia e dos Serviços do Setor Elétrico (Sindienergia-CE), ligado à Fiec, a aprovação da medida é, em linhas gerais, positiva.

‘Consumidor beneficiado’

“Tudo que for feito para o consumidor final ser beneficiado e, no caso, para redução de tarifas, é bem-vindo”, diz Luís Eduardo Barbosa, diretor de Geração Centralizada do Sindienergia.

“Então, entendo que a MP 998 é uma medida que traz benefícios nesse sentido e tem uma grande importância neste momento que estamos vivendo, de recessão por conta da pandemia. E é uma forma de dar essa aliviada para o consumidor final até 2025”. Ele chama a atenção para o custo de produção de energia no Brasil, “um dos mais baratos do mundo, porém, quando chega para o consumidor final, é uma das tarifas mais elevadas do mundo”.

DN

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites