Chuva deve ser mais intensa no Ceará

As poucas chuvas que têm caído nos últimos três dias no Estado estão associadas ao posicionamento e atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), um sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária que se forma a aproximadamente 12 Km de altura, e da proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), padrão observado nos últimos dias.

Por isso, das 7 horas da última segunda-feira até as 7 horas de ontem choveu em apenas 28 municípios. A maior intensidade foi em Camocim, com 108 milímetros.

Segundo o meteorologista Leandro Valente, o VCAN é um sistema que inibe a formação de nuvens e está com o seu centro sobre o Ceará, “o que acaba implicando numa condição atmosférica desfavorável. Isso acontece em qualquer região onde se aproxima esse sistema”.

Entretanto, a previsão é de que o VCAN deve se afastar durante todo o dia de hoje para a região oeste do País. Com isso, as chuvas devem retornar com mais força ao Ceará.

Hoje, “entre a madrugada e manhã, o Ceará deverá ficar com nebulosidade variável e com possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea. No decorrer do dia, céu com poucas nuvens em todas as regiões cearenses”.

Instabilidade

Já nesta quinta-feira, “as regiões cearenses deverão permanecer sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica que devem deixar o céu com nebulosidade variável e com chuvas isoladas no centro-norte, principalmente, entre a tarde e a noite. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado ao longo do dia”.

Abaixo da média

As fracas chuvas em abril só reforçam os prognósticos da Funceme de inverno abaixo da média, o que já foi confirmado nos meses de fevereiro e março. Nos sete primeiros dias deste mês, choveu apenas 45,3 mm.

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites