Sesa recomenda suspender cirurgias eletivas na rede privada e na pública

A Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) recomendou a suspensão de cirurgias eletivas e serviços ambulatoriais em todo o Estado. O documento, divulgado nesta terça-feira, 16, é destinado a hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e unidades de saúde públicas e privadas cearense. A intenção da pasta é priorizar o atendimento a pacientes com a Covid-19, com reforço dos profissionais que habitualmente atuam nessas áreas.

A Sesa recomenda que o tratamento de pacientes crônicos continue por meio do uso da telemedicina. No caso da esfera pública, a secretaria oferta a modalidade para instituições que desejem aderir por meio do Núcleo de Telessaúde, que permite fornecer prescrição e atestados eletrônicos.

O Ceará tem observado pressão assistencial na rede de saúde cada vez maior nas últimas semanas. Nesta terça-feira, a ocupação de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) estava em 86,7%, considerando as esferas pública e privada. Em relação às enfermarias, a taxa é de 63%.

10.850 cearenses morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus. No total, mais de 397 mil casos da doença já foram confirmados e 36,6 mil seguem em investigação. Nenhum óbito foi confirmado nas últimas 24 horas. Os dados foram consolidados pelo IntegraSUS às 20h04 min desta noite.

OPOVO

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites