Com unidades de saúde lotadas, Camilo anuncia lockdown em todo Ceará a partir deste sábado

Dos 184 municípios do Ceará, 130 estão com risco “alto” ou “altíssimo” para transmissão da Covid-19. O cenário é de alerta e para tentar conter os casos da doença, o governador Camilo Santana anunciou, na noite desta quinta-feira (12), que todos os municípios cearenses entram em lockdown a partir de sábado, dia 13.  Todos os detalhes serão divulgados no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira (12).

“Todo o esforço necessário que o Estado tiver de fazer para garantir a vida das pessoas, nós vamos fazer. Para garantir isso, não tem outra alternativa senão frear essa contaminação do vírus, e a única forma que nós temos hoje é a de praticar o isolamento social rígido. Então, pelo decreto, a partir de sábado (13) só funcionam no Ceará a construção civil, a indústria, e o comércio de atividades essenciais, além das unidades de saúde, conforme estão autorizados aqui na Capital cearense, com validade até o próximo dia 21 de março”, explicou o governador, que ponderou também que, mesmo com alguma redução nessa primeira semana de isolamento em Fortaleza, ainda se atingiu o nível necessário para diminuir a pressão sobre o sistema de saúde.

Camilo justificou que a decisão do Comitê, de estender o Isolamento Social Rígido a todo o Estado, se deu pelo fato de mais de 130 municípios cearenses estarem em alerta alto ou altíssimo do risco de contaminação pela Covid-19.

“As cidades são classificadas por risco: baixo risco, médio risco, alerta alto e alerta altíssimo. E em apenas uma semana, praticamente dobramos o número de municípios que chegaram ao alerta altíssimo, de 78 para pouco mais de 130, que é quando a situação chegou ao limite em relação à incidência de casos em cada cidade. Então, nesse instante, todo o Ceará está com municípios entre o alerta alto ou altíssimo”.

O decreto anterior determinava a medida obrigatória apenas em Fortaleza. A informação foi compartilhada pelo governador ao lado do secretário de saúde, Dr. Cabeto. Com isto, ficará permitido o funcionamento apenas dos serviços essenciais. A medida vale até o dia 21.

O secretário de Saúde do Estado, dr. Cabeto, que acompanhou o governador na transmissão ao vivo, revelou que um levantamento recente da pasta, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), aponta que, hoje, já há uma redução de 42% de internação de idosos, em período pós-vacinação desse grupo prioritário. Ele finalizou sua participação fazendo um apelo:

“O isolamento social é muito duro, mas tem três finalidades: diminuir a circulação viral, e que nesse momento é a mais alta já registrada; evitar as mutações do vírus, que podem diminuir a eficiência das vacinas; não esgotar o sistema de saúde. Portanto, vamos apoiar nesse difícil momento nossas decisões, nós temos sido um exemplo ao Brasil, em planejamento e no atendimento de profissionais, por isso tomamos as decisões mais duras para salvar vidas”.

Mais cedo Camilo publicou nas redes sociais que a vacina russa contra Covid-19, Sputnik V, vai integrar o Plano Nacional de Imunização (PNI). A decisão foi anunciada após uma reunião com os governadores do Nordeste e Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, na noite desta quinta (11).

“Reunião agora à noite com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e governadores do Nordeste para tratarmos sobre a aquisição da vacina Sputnik V, e o cronograma de distribuição das demais vacinas aos estados. Fechamos entendimento com o Ministério da Saúde para a compra da Sputnik para o Plano Nacional de Imunização”, informou Camilo.

CEARAAGORA

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites