Camilo anuncia prorrogação do atual decreto no Ceará, sem avançar na reabertura

O governador Camilo Santana (PT) anunciou prorrogação do decreto de isolamento social no Ceará com as mesmas regras anteriores. As restrições seguirão as mesmas que as atuais pelos próximos sete dias. Dois indicadores acenderam sinal de alerta: alto patamar de internações e aumento na positividade de exames.  A suspensão no avanço da flexibilização visa evitar retroceder medidas.

Ele destacou maior preocupação com Litoral Leste e Sertão Central. Para essas regiões, há recomendação de restrições maiores. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 7 de maio (07/05), após reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus. O governador disse haver tendência de queda do número de casos, do número de óbitos e redução da pressão hospitalar. Porém, destacou o aumento da positividade — ou seja, mais exames feitos que testam positivo. Isso indica maior circulação do vírus.

“Por princípio de prudência, o Comitê decidiu não fazer nenhuma alteração no decreto até a próxima semana para avaliar melhor os dados. O pior dos mundos seria retroceder, recuar, restringir mais se houvesse aumento de casos. Como houve esse aumento da positividade e há um nível elevado de ocupação de leitos, o Comitê Científico recomendou não alterar nenhum nível de flexibilização”, explicou Camilo.

Quero conteúdo exclusivo!Tenha acesso aos nossos colunistas,
grandes reportagens, podcasts, séries e muito mais.

ASSINE AGORA

O secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, demonstrou preocupação de o Dia das Mães se tornar momento de disseminação do vírus. Ele salientou a necessidade de cuidado mesmo para quem está vacinado. Ele disse que provavelmente será necessário mais algumas semanas para ter a pandemia sob controle.

O médico frisou a instabilidade do cenário, tendo em vista a baixa taxa de vacinação. “Muitas vezes, a pandemia está sob controle mas não tendo o número de pessoas imunizadas e vacinação em ampla escala pequenos surtos podem causar uma nova onda, como aconteceu nesse momento. Parte das aglomerações acontece em casa e estamos nas véspera do Dia das Mães. Todo mundo quer comemorar e demonstrar afetividade. Mas é importante lembrar que, muitas vezes, esse ato pode levar à contaminação das pessoas”, alertou.

Ele frisou que, apesar da redução da incidência nas últimas semanas, há grande número de internações por causas respiratórias, principalmente por Covid-19, com percentual de ocupação de leitos muito alto. “Estamos ainda com taxa de positividade muito elevada. De cada 100 exames, 62 por swab são positivos. Isso significa que temos uma circulação viral alta, embora enteja caindo o número de casos”, detalhou.

Duas regiões inspiram maior preocupação por apresentarem razão de transmissão (Rt) do vírus acima de 1. São elas Sertão Central, principalmente Quixadá, Canindé, Quixeramobim e Tauá, e Litoral Leste. A Região de Saúde de Fortaleza registra redução na transmissão do patógeno, apesar de estar com positividade de exames elevada. Mesmo com redução da razão de transmissão, Cariri apresenta aumento da demanda por leitos. Por sua vez, a Região Norte tem aumento da razão de transmissão, mas ainda abaixo de 1.

Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia no Ceará se reuniu nesta sexta para deliberar sobre os próximos passos. O governador havia antecipado à rádio O POVO CBN que a volta às aulas presenciais para o ensino médio estava na pauta atual do Comitê.

Semanalmente, o grupo decide as medidas adotadas nos decretos estaduais contra a Covid-19. No último documento, por exemplo, comércios e restaurantes foram autorizados a abrir no fim de semana, começando no próximo, quando se comemora o Dia das Mães. Com a manutenção das medidas vigentes, comércio e restaurantes de rua podem funcionar aos sábados e domingos de 10 às 15 horas. Em shoppings, o horário é de 12 às 17 horas.Na semana, as regras seguem as mesmas, com comércio funcionando de 10 às 16 horas na rua e de 12 às 18 horas em shoppings centers.

Vacinação no Ceará

Com previsão de chegada às 22 horas desta sexta, o Ceará receberá 38 mil doses da CoronaVac, dedicadas exclusivamente para aplicação da D2, segundo Camilo. Um total de 45 municípios ceareses estão sem o imunizante da Sinovac Biotech, segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Nesta semana, chegaram ao Ceará outras 162.100 doses da vacina AstraZeneca. Outro lote com 45.630 doses da Pfizer tem previsão de desembarque até a próxima segunda-feira, 9, conforme o Estado.

OPOVO

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites