Duas regiões de saúde do Estado estão com ocupação de leitos de UTI acima de 95%

Com a transmissão da Covid ter apresentado uma tendência de desaceleração em parte no Ceará, a ocupação dos leitos exclusivos para o atendimento aos pacientes infectados pelo vírus continua sendo um fator preocupante. As regiões de Sobral e Sertão Central têm ocupação de UTIs acima dos 95%. A taxa média de todo o Estado é de 90,25%. Os dados foram extraídos do IntegraSus, plataforma oficial da Secretaria da Saúde do Ceará.

Sertão Central é a região com cenário mais delicado. Dos 76 leitos de UTI, 74 estão ocupados, o que confere taxa de ocupação de 97,36%. Quando observado os leitos de enfermaria, o cenário é mais confortável. São 195 vagas dentre as quais 147 estão preenchidas. A região de Sobral surge logo atrás, com 96,76% dos 134 leitos de UTI ocupados. Cariri é a terceira região com maior taxa de ocupação.

Dos 83 leitos de UTI, 80 estão ocupados. A taxa de ocupação para leitos de enfermaria é de 60,14% – a menor dentre todas as regiões do Estado. A região de Saúde de Fortaleza, que aglutina 43 cidades e a Capital cearense, é a única cuja taxa de ocupação está abaixo dos 90%. Atualmente, para os leitos de UTI, a taxa é de 87,61% e de enfermaria é de 70,65%.

CEARAAGORA

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites