Apenas 60% dos estudantes da rede pública no Ceará têm acesso à internet, aponta IBGE

Apesar de figurar entre os dez estados com os maiores acessos a computadores para alunos durante a pandemia do novo coronavírus, estudantes da rede pública no Ceará têm menos conectividade com a internet. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A disponibilidade de computadores e tablets no Estado é 60,8% para matriculados nas unidades públicas e 78,0% na rede particular.  Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento mostra ainda que salas ou laboratórios de informática estavam disponíveis para 75,2% dos escolares, sendo 76,5% na rede pública e 66,2% na rede privada. Para a pedagoga Gorete Nogueira, a pandemia revelou de forma mais nítida “o fosso entre o acesso aos meios digitais de alunos de escolas particulares e públicas”.

A docente observou que “os prejuízos somente serão sentidos de forma mais concreta com o retorno das aulas presenciais e a realização de exames periódicos de avaliação”. Segundo ela, a questão passa pelo acesso à internet de alta ou baixa velocidade e disponibilidade de um computador ou aparelho celular para os filhos.

 

Há famílias que só têm um equipamento para dividir entre a mãe e os filhos”, pontuou. “Outras não dispõem de nenhum e dependeram das atividades impressas entregues pelas escolas”

Gorete Nogueira
Pedagoga

 

O impacto da pandemia na vida escolar de crianças e adolescentes vai demandar anos para ser recuperado, apontam especialistas. Na localidade de Várzea Grande, zona rural de Iguatu, Francisca Lopes tem três filhos, todos alunos do ensino fundamental. “A internet não é boa, só tem um telefone e acho que esse tempo todo em casa, eles não aprenderam quase nada”, disse a dona de casa. “Eu mesma não sei ensinar”.

Secretarias municipais de Educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) apontam que cerca de 20% dos alunos não tiveram acesso a nenhuma plataforma digital para acompanhamento das aulas síncronas (ao vivo), ou mesmo gravadas, desde o início da pandemia do coronavírus, a partir da segunda quinzena de março de 2020.

DN

 

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites