Título de eleitor: mudou de cidade? Saiba como transferir o documento

Em 2022, as eleições brasileiras terão a escolha de presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Dentre os documentos necessários para votar, está o título de eleitor – e ele deve estar regularizado para a votação do primeiro turno, que acontece no dia 2 de outubro (02/10). Conforme prevê a Lei das Eleições, os brasileiros têm até 4 de maio, 150 dias antes do pleito, para regularizar o documento.

Desde 2020, o serviço pode ser realizado online. Devido à pandemia de Covid-19, os cartórios tiveram seus horários de funcionamento alterados ou até pararam de funcionar. Por isso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desenvolveu o método pela Internet. Se você mudou de cidade e precisa transferir seu título de eleitor, confira o passo-a-passo abaixo:

Como transferir título de eleitor online: pré-requisitos do TSE

Para solicitar a transferência de título de eleitor, o TSE requer que o solicitante “resida há pelo menos três meses no novo município e já tenha transcorrido, no mínimo, um ano da data do seu alistamento eleitoral ou da última transferência do título”. Estão isentos desse critério servidores públicos civis, militares e autárquicos, além de membros de família que tenham mudado de residência por motivo de remoção.

Como transferir título de eleitor online: passo a passo

Antes de iniciar o processo de transferência online do título de eleitor, é preciso digitalizar um comprovante de endereço recente e um documento de identificação oficial com foto. É possível realizar esse processo em gráficas e também através de aplicativos de scanner, como o Adobe Scan (disponível para Android e iOS).

Com os documentos digitalizados, os arquivos precisarão ser submetidos em formulário da plataforma TituloNet (clique aqui para acessar). O preenchimento também solicitará outros dados, como CPF, RG e data de nascimento. Há, ainda, a obrigatoriedade de uma fotografia nítida e iluminada do eleitor segurando o documento de identificação; essa etapa é necessária para que o processamento seja verificado pelo TSE.

A autarquia preparou um vídeo rápido explicando a visão geral da transferência online do título de eleitor. Clique aqui para assistir ou reproduza o player abaixo:

Após realizar a solicitação de transferência, os eleitores podem acompanhar o processo através do mesmo site. É possível pesquisar um requerimento por meio de protocolo (que é fornecido ao fim da etapa de solicitação) ou dados pessoais.

OPOVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites