Covid-19: passaporte de vacinação deixa de ser obrigatório no Ceará

O passaporte de vacinação deixou de ser obrigatório para a entrada em estabelecimentos no Ceará. A medida passa a ser apenas uma recomendação. A mudança foi divulgada pela governadora Izolda Cela na tarde desta sexta-feira, 5. Segundo a gestora, os índices da Covid-19 seguem baixos em todo o Estado. O Ceará vem apresentando queda dos casos desde a primeira semana do mês de julho, conforme dados da plataforma IntegraSuS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Também não há pressão assistencial nas unidades de saúde. O uso de máscaras permanece obrigatório nas unidades de saúde e transporte coletivo. A decisão foi tomada em reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia. “Lembrando que a máscara protege da circulação viral não apenas da Covid, mas de outras doenças transmissíveis. Reitero que a vacina é a melhor forma de superarmos de vez essa pandemia. Procurem os locais de imunização para tomar as doses de reforço e vacinar as nossas crianças”, acrescentou.

O passaporte da vacina contra a Covid-19 passou a ser obrigatório no Ceará em outubro do ano passado, primeiramente para a entrada em eventos esportivos, como nos jogos de futebol. Em seguida, a medida passou a ser obrigatória na entrada de estabelecimentos, como restaurantes, bares e demais eventos de qualquer natureza. A exigência era uma das medidas de combate à doença no Estado.

OPOVO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rádio Cultura dos Inhamuns Ltda.

Av. Moacir Pereira Gondim 333 || Planalto dos Colibris || Telefones/Fax: (88) 3437 – 1346 e 3437 – 1347

Celular (88) 9719 2020 || E-mail: rcultura@usedata.com.br

Desenvolvido pela Auranet hospedagem de sites